terça-feira, junho 23, 2009

A farra continua

Embora o senador José Sarney se diga digno e limpo, não é bem isto que provam os atos secretos assinados por ele. Agora, para demonstrar que o que ele diz não é bem assim surge a denúncia de que funcionários da Fundação José Sarney, com sede em São Luiz, no Maranhão ganharam empregos no senado. Aliados do senador Sarney dizem que os dois cidadãos são funcionários do congresso, mas voluntários na fundação. Bem, eu particularmente acho complicado prestar serviços voluntários em um estado e trabalhar em outro. Mas...

Um comentário:

  1. É tudo muito complicado quando se fala de política brasileira.

    ResponderExcluir

Comentem pessoal, mesmo que suas opiniões sejam diferentes das minhas eles serão publicados. Só não pode comentário ofensivo, dedo no olho e mordida na orelha. Por favor assine seus comentários, não há porque ser anônimo quando se dá opinião. Comentários sem assinatura não serão publicados!